FESTA. Melissa Toffani comemora no sábado os cinco anos da Sweet Mel, em São José. Foto: arquivo pessoal/divulgação

Outro dia desses escrevi sobre a história de Melissa Toffani, uma pedagoga de Itatiba (SP) que após viagem à França, decidiu virar confeiteira. De lá para cá se passaram cinco anos e a Sweet Mel, uma charmosa loja com ares parisienses, em frente à portaria do Vicentina Aranha, segue produzindo 5 mil unidades mensais do melhor macaron da cidade.

No sábado, dia 29, a partir das 13h, Melissa vai reunir algumas das coisas que mais aprecia – cerveja especial, comida e música boa – para comemorar o aniversário da confeitaria. Os docinhos, claro, estarão disponíveis, mas será um cassoulet, digamos que uma feijoada branca de origem francesa, o principal destaque da festa. Ah, e o almoço será regado a versos consagrados como “ponha um pouco de amor numa cadência e vai ver que ninguém no mundo vence a beleza que tem um samba”, de Baden Powell e Vinícius de Moraes.

“A receita típica francesa é feita com carne de porco, mas eles misturam. Alguns fazem com cordeiro. Também é muito comum colocarem confit de pato sobre o cassoulet. A nossa vai ter carne de porco e vou servir um frango separado. Eu começo a receita hoje deixando o feijão de molho. As carnes que não são defumadas eu já marino e cozinho todas elas em baixa temperatura por pelo menos quatro horas”, adiantou a chef.

COMEMORAÇÃO. No sábado, Melissa tem bons motivos para brindar a trajetória profissional. Desde que foi estudar pâtisserie na França, na escola do renomado Alain Ducasse, muita coisa boa aconteceu para a empresária. Ela foi umas das pioneiras na produção de macarons por aqui, além de ter sido selecionada duas vezes para participar do reality “Que Seja Doce”, do GNT.

“Eu não pensava em ter uma confeitaria de balcão. Me estruturei para ter uma cozinha para encomendas, mas não foi o que aconteceu porque as pessoas queriam um espaço para ficar um tempo comendo o docinho. Assim, em 10 meses tivemos que ir para um ponto maior, com mais mesas e estacionamento”, disse.

Para perceber a evolução da Sweet Mel, a confeiteira conta que gosta de apreciar a sua vitrine, onde os doces estão muito mais bonitos e técnicos. “Uso mais sabores brasileiros nas receitas. Gosto de fazer pudim com técnicas que uso para o creme brûllée, tenho menos medo de tentar coisas novas. Também introduzi algumas técnicas de gastronomia molecular.”

Muita doçura. Depois de estudar na França, Mel Toffani diz que compreendeu a importância do recheio nos macarons: ‘não basta ser uma bolachinha perfeita se o recheio não trouxer umidade e cremosidade.’ Foto: arquivo pessoal/divulgação

SERVIÇO. O aniversário da Sweet Mel será no sábado, dia 29, a partir das 13h, com saladas e cassoulet à vontade por R$ 40. A confeitaria fica na Rua Eng. Prudente Meireles de Morais, 261 – Vila Adyana, em São José dos Campos. Telefone: (12) 3341-8096.

Deixe uma Resposta

14 − 4 =